Montblanc Muses Elizabeth Taylor Special Edition

O instrumento de escrita presta homenagem a uma das líderes mais icônicas e influentes do século 20, que emocionou o público com suas performances na tela e inspirou muitos com seu ativismo fora do cinema

Foto: Divulgação

Montblanc Muses une a profunda herança da cultura da escrita da Maison com as histórias de mulheres fortes e destemidas que deixaram sua marca no mundo. A atriz e ativista Elizabeth Taylor (1932 -2011) é a mais recente “musa” a ser celebrada com um instrumento de escrita de edição especial. Tendo inventado a celebridade moderna e sendo amplamente considerada uma das mulheres mais icônicas e influentes do século 20, Elizabeth Taylor é conhecida por seu espírito independente, beleza notável e compaixão, inspirando gerações dentro e fora das telas. Seja atuando como a protagonista por excelência em filmes como Cleópatra e Gata em Telhado de Zinco Quente, forçando o mundo a reconhecer a pandemia da AIDS, aumentando seu negócio de fragrâncias ou dominando as manchetes da mídia com seus romances incríveis e vida privada dramática, ela sempre viveu de acordo com suas próprias regras e fez tudo com confiança e graça.

O design da nova Montblanc Muses Elizabeth Taylor Special Edition é inspirado na estética das décadas de 1950 e 1960, período em que Elizabeth atingiu seu apogeu como atriz em Hollywood. A forma evoca um instrumento de escrita Montblanc original desse mesmo período. Usando uma técnica de lacagem especial, a tampa e o corpo são cobertos com uma laca marmorizada violeta-escura em homenagem aos olhos deslumbrantes de Elizabeth Taylor e à cor favorita da estrela.

Um ícone de estilo com gostos luxuosos, Elizabeth Taylor amava diamantes e pedras preciosas, fascinada por sua beleza e perfeição. Sua coleção pessoal de joias, selecionada com experiência e dedicação, estava entre as coleções particulares de joias mais importantes do mundo. Ela apresentava peças históricas, incluindo o gigantesco anel Elizabeth Taylor Diamond de 33,19 quilates (anteriormente conhecido como Krupp Diamond), dado a ela por Richard Burton. A paixão de Elizabeth Taylor por joias serve de inspiração para o clipe em forma de anel, que chama a atenção por seu formato incomum, enquanto o cone revestido de platina, com sua gravação geométrica, lembra um padrão de joalheria típico da década de 1950.

 

Foto: Divulgação

Talvez o legado mais duradouro dessa musa do século 20 tenha sido seu pioneirismo humanitário, mudando o foco que estava sobre ela desde a infância para causas que precisavam de atenção. Na década de 1980, ela alavancou sua celebridade para defender com urgência a pesquisa, o tratamento e o apoio às pessoas que vivem com HIV / AIDS, que estavam se tornando cada vez mais marginalizadas. Sua convicção e coragem em um momento em que o governo e o público em geral não estavam agindo, ainda são admiradas hoje. Em 1985, Elizabeth Taylor cofundou a American Foundation for AIDS Research (amfAR), agora The Foundation for AIDS Research. Em 1991, ela fundou a Elizabeth Taylor AIDS Foundation (ETAF), aumentando a conscientização para a luta contra a AIDS mais do que qualquer outra figura pública de seu tempo. Em memória ao seu comovente discurso no GLAAD Media Awards em 2000, que terminou com as palavras “LONG LIVE LOVE”, a pena da caneta-tinteiro, feita em ouro maciço Au 585 revestida de ródio, traz uma gravura dessas três palavras.

Disponível como caneta-tinteiro, rollerball e esferográfica, a edição especial Montblanc Muses Elizabeth Taylor é uma homenagem glamorosa e significativa a uma mulher que sempre viveu com paixão e deu uma contribuição notável para o entretenimento, cultura, moda e filantropia.