LILLY SARTI FALL WINTER 2022

Foto: Marcia Fasoli

Um desejo de afeto e compreensão, aconchego da infância, alegria e positividade. Em sua coleção Fall-Winter 2022, Lilly Sarti mixa referências diversas para criar looks que transmitem um sentimento profundo e puro.

A atemporalidade e o mistério das pinturas rupestres são traduzidos por meio de tons terrosos e figuras bordadas nas ‘clog-forms’ e nos metais da coleção, como botões, acessórios, fashion jewelry.

O espírito étnico e a força da figura do tigre trazem a inspiração da Natureza de forma nada literal, respeitando o DNA da marca. Fugindo da austeridade associada ao inverno, a marca oferece uma paleta viva mas não chamativa, em uma exuberância ‘controlada’

Aprofundando sua pesquisa com tecidos ecológicos, a grife usa fios de garrafas PET recicladas para diferentes jacquards. O jacquard azulejo, que pode ser mini ou maxi, já surge como estampa-desejo. O jacquard inspirado nas balinhas de ‘murano’ que a estilista comprava no cinema em sua infância reflete o sentimento da coleção.

A estrutura de trapézio invertido, desde sempre adotada pela marca para equilibrar a silhueta, surge em boleros com ombros estilo toureiro. O shape oriental do quimono, outro código importante na trajetória da marca, é revisitado em diferentes estampas.

As calças compridas podem ser vistas com shapes variados, incluindo o flare com cintura mais baixa. O veludo cotelê traz o sopro setentista e é usado em diferentes peças para o dia.

O brilho aparece nos couros metalizados, malhas com efeito craquelado prateado e nos tules pretos com aplicações em dourado. Looks transparentes trazem por baixo tops no mesmo tecido, facilitando o futuro styling da cliente. “Gosto da ideia de ter o brilho sendo ‘cortado’ pela lã fria. Nossa roupa transita por diferentes momentos e se permite ser reeditada por quem a usa, podendo ser usada em ocasiões variadas com a praticidade de que a mulher contemporânea precisa”, diz Lilly Sarti.

 

Confira:

Foto: Marcia Fasoli, Paulo Reis e Eudora