Hotéis Vik em José Ignacio: apaixone-se por uma das vilas mais vibrantes do Uruguai

Por Unikee Travel

Passear por José Ignacio, no Uruguai, é revisitar um antigo vilarejo de pescadores que está localizado a cerca de 40km de Punta del Este. O pé na areia, estruturas rústicas e um clima relaxante, fazem da região, um lugar onde o tempo parece não passar. Servido por voos diários vindos da Argentina e do Brasil, além de charters privativos 24 horas por dia, o acesso mais comum, contudo, é via o aeroporto de Carrasco, na capital Montevidéu, a uma hora e meia de distância. Este vilarejo bucólico tem apenas 290 habitantes e é cercado por hotéis inconfundíveis para se hospedar. Bahia Vik, Estancia Vik e Playa Vik são os que mais se destacam.

 

Bahia Vik

Localizado em meio às dunas da Praia Mansa, no reduto boêmio-chique de José Ignacio, a 20 km de Punta del Este, está o ponto mais cobiçado do litoral uruguaio, atraindo turistas de todo o mundo que buscam paisagens rústicas, praias preservadas, e vibe que alterna badalação discreta à extrema tranquilidade. Por ali, está um projeto integrado à paisagem, o Bahia Vik, que se estende por quatro hectares de dunas e vegetação costeira preservada. Contempla 15 bangalôs contemporâneos – em linhas retas, elegantemente rústicos –, além de uma construção principal com pátio interno que abriga outras 10 suítes em dois níveis, circundada de quatro espelhos d’água e piscinas. Biblioteca, uma pequena butique e salão de jogos compõem a estrutura de lazer da propriedade. Assinado pelo arquiteto uruguaio Marcelo Daglio, em parceria com os proprietários, o casal Alexander e Carrie Vik, também responsáveis pela curadoria de arte dos espaços Estancia Vik e Playa Vik, que se tornou a marca das propriedades Vik, o Bahia Vik é intensamente autêntico. Sustentável, o design poupa energia elétrica adotando a ventilação natural da praia e sistemas de aquecimento solar. O reuso de água coletada das chuvas e a reciclagem também completam as diretrizes de conscientização ambiental do hotel. Já a gastronomia, enfatiza a excêntrica cozinha uruguaia, com suas carnes de qualidade e peixes frescos. Do campo à praia, o programa Experience Concierge das propriedades Vik se encarrega de trazer o melhor das experiências de José Ignacio: visitas a ateliers de artistas locais; passeios de bicicletas; observação da fauna silvestre na companhia de um expert naturalista; massagens no spa, entre outras atividades na companhia de um expert naturalista; além de uma variedade de esportes como pólo, tênis em quadras de grama e golfe.

 

Estancia Vik

O Estancia Vik está localizado em meio a 4.000 hectares de planícies e pastagens cortados pelo Rio e a Lagoa José Ignacio, num cenário campestre, de pura inspiração. Uma casa de campo em estilo colonial espanhol, desenham a arquitetura do hotel, uma colaboração entre o renomado arquiteto uruguaio Marcelo Daglio, e os proprietários, Alexander e Carrie. A propriedade de 50 mil metros quadrados, ostenta paredes de adobe brancas e telhados de zinco vermelho com abundantes passarelas ao ar livre que conectam pátios e jardins. Divididas em duas alas, o Estancia Vik abriga 12 luxuosas suítes, sendo oito de 500 m² e quatro master suítes de 900 m² no térreo e piso superior. Na ala sul, uma piscina de 20 metros feita em granito tem o fundo pontilhado com luzes ópticas que reproduzem as constelações. Fitness center, spa e sala de jogos com uma mesa de bilhar e tênis de mesa complementam a estrutura de lazer e bem-estar do local. A experiência Estancia Vik é tão peculiar que parece misturar os pampas gaúchos ou planícies pantaneiras a uma atmosfera boêmia-chic de St. Tropez. Na gastronomia, os pratos uruguaios com legumes, hortaliças e azeite produzidos na região, além de padaria e pâtisserie, celebram a culinária local.

 

Playa Vik

Playa Vik é uma colaboração entre o renomado arquiteto uruguaio Carlos Ott, e os proprietários do local. O retiro de vanguarda à beira-mar traz um edifício central escultural, com fachada envidraçada inclinada, paredes laterais e teto forrados de painéis duplos de titânio. Uma monumental porta esculpida em bronze, criada pelo célebre artista uruguaio Pablo Atchugarry, é uma interpretação moderna das lendárias portas de Ghiberti em Florença de Batistério. Forrados de pisos de ébano patagônico, todos os ambientes ganham muito estilo com peças de arte contemporâneas uruguaia e internacional, de nomes como James Turrell, Zaha Hadid, Anselm Kiefer e Pablo Atchugarry, entre outros. A construção principal é ladeada por seis casas menores, de dois ou três quartos com lareira, jardins privativos e igualmente modernas. Sob as casas, um espaço abriga adega de vinhos, sala de jogos, fitness center, pequeno spa com duas salas de tratamento, terminando em uma sala de jantar com churrasqueira ao ar livre voltada para a Praia Mansa. Na gastronomia, os hóspedes são incentivados a jantar no estilo familiar na sala de jantar interior ou na sala de jantar do prédio ao lado, para aproveitar uma parilla de peixes e frutos do mar grelhados.

 

Fotos: Divulgação