Encarar um leão por dia – desafios de uma designer

Camila Gargantini, americanense, ganhou o primeiro Leão de Prata de Cannes aos 26 anos

Foto: Divulgação

Quando a diretora da agência chegou com a proposta de desenvolver um código universal pra salvar vidas, desafio grandioso, ninguém se interessou, pois esse definitivamente não seria o projeto de maior visibilidade da Agência, e quem no seu infinito ego criativo topa encarar um desafio que não ecoe aplausos?

Com seu altruísmo, competência e coragem, a jovem que saíra de Americana/ SP, poucos meses antes para enfrentar as “feras” da capital, puxou para o colo o desafio e não pensou duas vezes em dedicar todo seu tempo e aprendizado adquirido para solucionar o problema de maneira fácil e intuitiva.  Camila, com seu jeitinho tímido de ser, e uma força interior de sabedoria, daquelas que só os que leem muito conseguem ter (e ela tem), em alguns meses timidamente perguntava ao seu diretor: o que você acha? Assim surgiu uma premiada profissional de designer, que apenas está começando sua jornada – Cannes, Brasil Design Award, e Destaque na ADG são só o começo.

 

Sobre caçar o Leão

IDverse, um código de identificação universal que salva vidas, trouxe junto com o desafio, a informação alarmante de que aproximadamente 227.000 mortes são causadas por eventos adversos evitáveis no Brasil e 2.6MM no mundo. Só isso já era suficiente para, através do design e de símbolos, criar um sistema de identificação universal que promova a segurança do paciente, e que ajude os profissionais de saúde a salvar vidas.

Eu e meu diretor Marcelo Roncatti chegamos à conclusão de que trazer uma representação visual para as doenças seria uma solução muito rasa, a questão não era trabalhar a estética e sim a funcionalidade. Os estudos que fizemos foram nos levando a combinações simbióticas e resultaram em um sistema além do estético, que será utilizado no mundo todo, salvando vidas! “afirma Camila com a alegria de quem está apenas começando.

E foi assim, que fazendo parte da incrível agencia de design Estúdio Colletivo, Camila é a design premiada com o Leão de Prata de Cannes 2021, categoria Pharma. Um prêmio que chega ao seu portfólio como a comprovação de que o talento é o que se carrega na simplicidade e no silêncio, promovendo mudanças significativas.

Conheça mais sobre o trabalho de Camila Gargantini em www.camigargantini.com

@ccardax     – Contato : cagargantini@gmail.com

Conheça mais sobre o projeto: https://idverse.org/