YES WE COOK: 7 dias no melhor SPA do Brasil

Foto: Divulgação / Secretaria do Turismo

Por Cecília Padilha @yeswecook

Foram inúmeras as vezes que estive em Gramado, na Serra Gaúcha. A cidade é sinônimo de chocolates, vinhos e alta gastronomia, seja no inverno ou no seu tradicional Natal Luz. E assim foram todas as minhas idas para lá: com uma programação deliciosa e sempre com muitos quilos a mais na balança. Até que fui lá para conhecer o Kurotel, considerado um dos melhores SPAs do mundo. Seriam 7 dias de autocuidados e relaxamento. Nunca havia me hospedado em um SPA, mas quem é que não ama saúde, beleza e bem estar juntos, não é mesmo? Meu único receio era a fome que eu poderia passar, principalmente em um polo gastronômico como aquele, e a vontade que eu passaria por estar em Gramado, sem tomar o sorvete com inesquecível calda de chocolate transbordando no Café da Velha Bruxa, ou sem me deliciar com as carnes de caça fantásticas do Restaurante Caceria no Hotel Casa da Montanha.

Chegando ao hotel, logo após realizar o teste de COVID na entrada (mesmo após a testagem precisamos continuar usando máscaras nas dependências) fui informada que teria 6 refeições por dia e felizmente já cheguei bem na hora do almoço. Logo de cara fui muito surpreendida: o hotel abriga um dos melhores (se não o melhor) restaurante de Gramado. E apesar de serem refeições balanceadas, a técnica e os ingredientes são tão sofisticados que nos fazem esquecer que estamos em um SPA. Codorna recheada, strogonoff com carne de avestruz, tiramisu, bobó de frango, palmito e mandioquinha e até noite de fondue (sim, incluindo queijo, carne e chocolate) são alguns dos pratos que podemos degustar por lá. No dia da chegada passamos por uma série de exames médicos e medições (incluindo um scanner que determina toda nossa gordura corporal) que vão determinar a carga de exercícios e o plano alimentar individual (inclusive no caso de restrições alimentares) que pode variar de 800 a 2.500 calorias diárias. O cardápio é sempre o mesmo para todos os hóspedes – almoço e jantar com entrada, prato principal e sobremesa – o que muda é a quantidade de calorias que podemos consumir durante o dia, ou seja, o tamanho das porções que serão servidas. Escolhemos todas nossas opções de refeições no dia anterior. Os itens vêm em um cardápio entregue durante o café da manhã e são geralmente duas ou três opções para decidirmos: café da manhã, lanche, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia (servida no quarto).

Foto: Divulgação / Secretaria do Turismo

Na grande maioria das vezes, tive vontade de provar mais de uma, porém, obviamente, não é permitido. Isso em meio a uma agenda de atividades bastante intensa, com exercícios físicos e diversos tratamentos estéticos e de relaxamento. A cada dia recebíamos a agenda com a programação personalizada para o dia seguinte, que poderia incluir atividades físicas, consultas médicas, fisioterapeuta, dentista, nutricionista, psicólogo, tratamentos para dores, massagens, dentre diversos tratamentos estéticos e de relaxamento. E a agenda é sempre baseada na escolha do tipo de plano de cada hóspede que pode ser perda de peso, detox da mente, relaxamento, controle de ansiedade e stress ou longevidade.

Foto: Divulgação / Secretaria do Turismo

O dia começava bem cedo. Na minha agenda com foco em perda de peso, a carga de exercícios era intensa. Mas claro que cada um faz dentro de seus próprios limites. Às 07:15 era o café da manhã, sempre seguido de uma caminhada às 08h por algum trajeto na cidade (como o centro da cidade, Lago Negro ou arredores do hotel por exemplo). Às 09:15 geralmente vinha uma aula de dança bastante animada, seguida por circuito funcional ou musculação às 10h. Daí, era chegada a hora do lanchinho da manhã, diferente a cada dia como algum creme de frutas, biscoitos de polvilho funcionais ou barrinha de cereal caseira. Chá e água mineral eram liberados o dia inteiro, exceto durante as refeições. Essa foi, inclusive, uma das mudanças que apliquei na minha alimentação depois que voltei de lá. Depois do almoço vinham as terapias como massagens, drenagem, circuito das águas – roteiro de terapias que se alternam com água muito quente e muito fria –, tratamento com pedras quentes para dores localizadas, dentre diversas outras, e mais alguma atividade como Yoga, meditação, aula de culinária funcional, e etc. Todas as atividades (incluindo as terapias) são incluídas no pacote individual de cada um. Caso a pessoa queira repetir ou incluir algo que não está nesse roteiro, pode pagar por fora. E, ainda, estavam por vir lanche da tarde e o jantar. Todas as noites algum entretenimento instrumental, cantores, show de dança ou palestra é também oferecido aos hóspedes. Depois de retornarmos aos nossos quartos, por volta das 21:30, uma pequena ceia é levada pelo garçom nas habitações, geralmente algum pequeno snack antes de dormir. Além de tudo que é incluso no pacote, são comuns as amizades entre os hóspedes por lá, e várias mesas comunitárias no restaurante têm justamente essa função.

 

Foto: Divulgação / Secretaria do Turismo

São muitos com objetivo em comum e a troca de ideias e experiências corre solta. Me surpreendeu a quantidade de pessoas que estavam hospedadas pela décima vez ou mais, pessoas que, inclusive, já passaram o ano novo no hotel (bebidas alcóolicas não são permitidas, porém possuem um suco de fruta gaseificado de marca própria que vem em garrafa de espumante e que “engana” nessas ocasiões). Essa foi uma outra grande mudança em meus hábitos de vida: eu que vivo no meio da gastronomia e estou habituada a tomar vinho quase todos os dias, não senti falta em momento algum da minha estadia. E mesmo depois de ter voltado, já se vai quase um mês sem qualquer bebida alcóolica. Os resultados da mudança alimentar no meu corpo (não apenas nas medidas, mas na pele também) foram visíveis já nos primeiros dias. Perdi no total 4cm de gordura na cintura (o que representa mais do que os quilos da balança, pois o volume que ocupa 1kg de gordura é muito maior que o volume de 1kg de músculo. Quando perdemos gordura e ganhamos músculos o peso pode não refletir muito o progresso, porém a fita métrica é certeira) e saí de lá querendo mais. Levei na minha mala o novo livro de receitas que acabaram de lançar (muitas delas provei no restaurante e foram aprovadas com louvor). Uma dica para quem não pode estar presencialmente por lá é adquirir um exemplar pois são pratos que surpreendem pela ousadia em misturar sabores e texturas de forma tão saudável. A verdade é que nem eu mesma sabia que precisava tanto desses dias. Gorduras que nunca consegui perder no meu corpo evaporaram sem qualquer grande sacrifício e o relaxamento depois de tantas perdas que tivemos com a pandemia foi reenergizante. Kurotel, obrigada e até a próxima, com certeza!

 

Kurotel – Rua Nações Unidas, R. da Bavária, 533, Gramado – RS (54) 3295-9300www.kurotel.com.br

Livro de Receitas e produtos – https://www.kurmyhomespa.com.br/