Com mais de 15 mil peças por mês, brechó cria clube de moda circular a partir de 3,99 reais e abre seu segundo ponto físico em São Paulo

O brechó de moda circular Daz Roupaz inaugura loja física no bairro Itaim Bibi com marcas como Zara, Farm, Schutz e Hering à venda por 1 real na primeira peça comprada


Imagem: divulgação

Com o propósito de incentivar o mercado de moda de segunda mão com peças de qualidade e boa curadoria, Daz Roupaz, brechó de moda sustentável e circular, já movimentou mais de 100 mil peças (compradas e vendidas) na plataforma de e-commerce e na loja física localizada no bairro Pinheiros só neste ano em São Paulo. Com o crescimento do negócio em território paulista, o brechó inaugurou sua segunda loja física no bairro Itaim Bibi, em São Paulo. Com 200m2, a inauguração aconteceu em dezembro, junto ao lançamento do clube de benefícios Daz Circular.

Fundado em 2016 pelas irmãs Gabriella Wolff e Julia Wolff, o brechó começou por meio de uma venda de porta em porta que, em pouco tempo, ganhou um box na Teodoro Sampaio. Ainda nesse ano, as sócias abriram a primeira loja em Pinheiros. Em 2020, lançaram o e-commerce pouco antes da pandemia, e desde então o site cresceu 249%, atingindo novos consumidores.

Desde o começo a dupla percebeu que o negócio tinha potencial para se tornar diferente de outros brechós pela naturalidade com que os clientes passaram a trocar as peças na loja como se fosse uma extensão de seus armários. Ao notar esse movimento as fundadoras começaram a buscar formas de incentivar essa movimentação entre seus consumidores, e foi assim que se tornaram pioneiras no mercado de brechós de moda circular antes mesmo que o termo se tornasse popular entre os fashionistas.

Além da iniciativa das irmãs, com a evolução da moda e uma tendência comportamental da sociedade inclinada à preocupação pelo consumo consciente e pela sustentabilidade, os brechós têm recebido cada vez mais atenção, tornando o cenário positivo para o crescimento do negócio. Atualmente o Daz Roupaz Brechó compra mais de 15 mil peças por mês que são vendidas pelo preço médio de 40 reais. Na loja o estoque é reposto em tempo real, enquanto no site sobem cerca de 200 novas peças diariamente, que são vendidas em uma semana. Cerca de 90% das roupas expostas nos canais são vendidas.

O Daz Roupaz criou uma rede de clientes que compram e vendem peças constantemente através de um processo simplificado que ajuda a manter a moda circular e tornar os hábitos de consumo sustentáveis e conscientes. “Somos um brechó de compra de peças e não de consignação, o que facilita muito a vida dos nossos clientes. Qualquer pessoa que chegar na loja pode vender suas peças e recebe o pagamento na hora, sem aquele processo burocrático e demorado como é na maioria dos brechós. A média de preço nos concorrentes é o triplo do nosso na mesma peça pois esperam vender para pagar o fornecedor, enquanto nós pagamos na frente” esclarece Julia Wolff, sócia-fundadora do brechó Daz Roupaz.

Para vender uma roupa para Daz Roupaz, o cliente pode levar o número de peças que tiver (não há quantidade mínima) e pode escolher agendar um horário ou ir por ordem de atendimento do local. Após a curadoria e precificação das roupas — processo realizado na própria loja –, o fornecedor pode escolher entre duas formas de pagamento: receber 50% do valor em crédito na loja física ou online e trocar por outras peças ou receber 30% do valor em dinheiro no mesmo dia, ou seja, não é necessário esperar a venda final para receber — seja em crédito ou em dinheiro.

Com uma curadoria diferenciada de peças, o brechó tem um criterioso sistema de avaliação de compra no qual todos os itens devem estar em bom estado, sem danos permanentes ou irreparáveis. Além disso, oferecer peças atuais é uma premissa das fundadoras. “Nós vendemos peças que ainda estão à venda no shopping ou são de coleções recentes e esse é o grande diferencial do Daz Roupaz. Como criamos uma base forte de clientes, nos tornamos quase que um armário pessoal, onde as pessoas compram, vendem, retornam o que compraram e trazem novas roupas. É justamente esse ciclo que nos mantém ativas, circulando e atualizadas”, explica Gabriella Wolff, sócia-fundadora do brechó Daz Roupaz.

DE CASA NOVA
Com o crescimento do Daz Roupaz Brechó nos últimos dois anos, Gabriella e Julia sentiram a necessidade de expandir o negócio e abrir uma nova unidade no bairro Itaim Bibi, em São Paulo. A nova loja oferece os mesmos serviços e produtos que a loja de Pinheiros: compra, venda e curadoria no local. Com 200m2 e uma curadoria exclusiva, a unidade conta com as categorias: feminino, masculino, infantil, acessórios e cosméticos. Apenas na sexta-feira, o brechó recebeu cerca de 500 pessoas no período das 09h às 16h, horário de funcionamento no dia da inauguração.

O PRIMEIRO CLUBE CIRCULAR DO MERCADO
Para incentivar ainda mais seus clientes a circular com as peças adquiridas no brechó, a Daz Roupaz lançou no dia 17/12 o primeiro clube circular do mercado, o Clube Daz Circular. “Quando abrimos a Daz Roupaz, percebemos que éramos diferentes dos outros brechós, pois naturalmente nossos clientes começaram a utilizar a loja como uma extensão de seus armários. Ao notarmos isso, passamos a incentivá-los a girar suas peças”, conta Julia Wolff.
Para participar, o integrante contará com uma série de benefícios pagando uma taxa mensal de R$3,99. Entre as vantagens exclusivas, estão: reservar uma peça por mês mostrada nas lives diárias que acontecem no Instagram oficial da loja (atualmente não é possível fazer nenhum tipo de reserva), comprar roupas por metade do preço e concorrer a um sorteio para uma visita ao estoque da Daz com uma amiga para comprar peças antes que elas cheguem na loja. “O clube faz com que o cliente esteja sempre na moda, com acesso a todos os tipos de peças, por um preço acessível e de forma sustentável”, ressalta Gabriella Wolff.

Serviço:
Daz Roupaz — Unidade Itaim Bibi
Rua Clodomiro Amazonas, 35, Itaim Bibi, São Paulo — SP — CEP 04537-010
Daz Roupaz — Unidade Pinheiros
Rua Artur de Azevedo, 1122, Pinheiros, São Paulo — SP — CEP 05404-002