A importância do olhar

Coluna por Dr. Rodrigo Gimenez

Todos nós já ouvimos a frase “os olhos são a janela da alma”, atribuída a Leonardo da Vinci. O olhar transparece os mais variados sentimentos, como alegria, tristeza, insegurança, cansaço, confiança e até mesmo paixão. Mas, como se caracteriza o olhar? Quais são as estruturas da face que, inconscientemente, nosso cérebro analisa em fração de milésimos de segundos e conclui algo sobre nós? A realidade mostra que, esse jogo de proporções entre estruturas, posições, cores e formatos, somado às sobrancelhas, pálpebras, olhos e a qualidade da pele em toda essa região, é o que compõem um inesquecível olhar. O assunto é bastante complexo, mas, basicamente, cada uma dessas áreas é descrita, analisada e tratada separadamente, para que, em conjunto, formem uma região harmoniosa. As sobrancelhas devem ter formato arqueado, sendo sua porção central mais baixa que a lateral e a parte mais lateral volta a se curvar inferiormente. Posições diferentes dessas, podem transmitir emoções equivocadas.

O tratamento mais realizado para posicionar adequadamente as sobrancelhas, consiste na cirurgia chamada lifting endoscópico frontal, onde, através da utilização de um endoscópio, nós posicionamos as sobrancelhas por dentro da pele, por baixo da musculatura da testa. Uma vez que bem localizadas, analisamos o excesso de pele e eventuais bolsas de gordura que podem aparecer tanto nas pálpebras superiores como nas inferiores. Após um exame minucioso, é indicado a cirurgia necessária, somente das pálpebras superiores ou em conjunto com as inferiores com a retirada das chamadas bolsas de gordura – quando presentes, transmitem a emoção de cansaço e indisposição, o que não corresponde a verdade, por essa razão, a necessidade de sua retirada.

E quanto a aparência dos olhos? Classicamente, eles têm o formato amendoado, sendo que, a parte lateral, deve estar posicionada levemente mais elevada que a central próxima ao nariz. Essa referência de formato já é utilizada por nós cirurgiões plásticos há muitos anos, entretanto, vem sendo divulgado com o nome de “Fox Eyes” ou olhos de raposa. Aproveitando esse gancho, parafraseando o Prof. Ivo Pitanguy, qualquer situação de cirurgia que envolva moda deve ser evitada, a moda passa, a cirurgia plástica fica! Após o posicionamento e o adequado tratamento de todas as estruturas envolvidas no olhar, há a necessidade de dar atenção para a qualidade da pele de toda face e pálpebras, encaminhando-se a um bom dermatologista para isso.

Para corrigir alterações do olhar com transmissão de emoções inadequadas não há uma idade ideal, uma vez que isso pode estar presente em idades bem precoces na fase adulta. Esses tratamentos devem ser realizados por profissionais altamente treinados e qualificados, porque se tratarmos qualquer um dos componentes do olhar e não tratarmos outros quando necessário, não serão obtidos bons resultados – um tratamento inadequado pode levar ao que conhecemos como “olhos redondos” ou outras situações que devem ser evitadas. Para finalizar, gostaria de ressaltar que mais importante do que ter um olhar anatomicamente perfeito, é termos paz interior e alegria de viver. Assim e, somente assim, nosso olhar transmitirá a emoção que mais almejamos, a da felicidade!